ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Correio]

«Minha pátria é a língua portuguesa»

«Minha pátria é a língua portuguesa.» Sempre gostei muito desta frase. É verdade, porém, que, ao ler o contexto em que Fernando Pessoa a escreveu, uma grande desilusão, em relação ao poeta, trespassou o meu coração. Era como se a partir daquele momento Fernando Pessoa fosse outra pessoa, não era mais aquela que tinha idealizado no meu imaginário. Mas é verdade também que este "circo" da aprovação do acordo ortográfico me fez apreciar cada vez mais o escrito de Fernando Pessoa. Fernando Pessoa tinha caído, para mim, do pedestal, mas lentamente se estava colocando num pedestal ainda maior. Ele parecia antever o que ia acontecer... Será que ele tinha razão? Qualquer dia me convenço. É que, a partir dele, a ortografia portuguesa nunca mais teve rumo idêntico em Portugal e no Brasil.

Paulo Pereira :: :: Brasil

[R] O contexto da frase a que o consulente se refere é o seguinte (mantém-se a ortografia original):

«Não tenho sentimento nenhum politico ou social. Tenho, porém, num sentido, um alto sentimento patriotico. Minha patria é a lingua portuguesa. Nada me pesaria que invadissem ou tomassem Portugal, desde que não me incommodassem pessoalmente. Mas odeio, com odio verdadeiro, com o unico odio que sinto, não quem escreve mal portuguez, não quem não sabe syntaxe, não quem escreve em orthographia simplificada, mas a pagina mal escripta, como pessoa própria, a syntaxe errada, como gente em que se bata, a orthographia sem ípsilon, como escarro directo que me enoja independentemente de quem o cuspisse.

Sim, porque a orthographia também é gente. A palavra é completa vista e ouvida. E a gala da transliteração greco-romana veste-m'a do seu vero manto régio, pelo qual é senhora e rainha.»

Livro do Desassossego, por Bernardo Soares, ed. de Jacinto do Prado Coelho, Lisboa, Ática, 1982 vol. I, págs. 16-17

Gostaríamos de observar que não se pode dizer que a questão ortográfica do Brasil e de Portugal tivesse rumo absolutamente idêntico antes de Fernando Pessoa. Ao que parece, antes das reformas ortográficas iniciadas no século XX, já se verificava certo grau de variação ortográfica entre os dois países. Recomendamos a consulta da Breve cronologia da ortografia do português, no Portal da Língua Portuguesa.

C. R. :: 24/03/2008

[Correio]
Um abraço do Japão
«Nem um cêntimo» para o Ciberdúvidas
Virtualidades, mais uma vez
Novamente a posição do Ciberdúvidas quanto ao Acordo Ortográfico
Será que já não há remédio para o "metriológico" e para a "metriologia"?...
«A vossa forma de dar...»
Predicativo do complemento direto: uma análise alternativa
Sintaxe e semântica, outra vez
Repreensão ao Ciberdúvidas
Ainda sobre a expressão «ter a mania»

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos