ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

A origem dos sons /tch/ e /dch/ no Brasil

[Pergunta] Quais são as hipotéticas origens da utilização dos sons /tch/ e /dch/ em frases que contenham “te”, “ti”, ou “de”, “di”, no português falado no Brasil?
Como surgiu esta alteração fonética tão radical do português de Portugal?

Pedro Teles :: :: Paris, França

[Resposta] Há uma hipótese a respeito desta cara(c)terística do Português do Brasil. Essa hipótese diz que, na verdade, o Português médio – levado para o Brasil pelos descobridores portugueses – tinha essa cara(c)terística, ou seja, tinha a palatalização de algumas consoantes devido à presença do i, uma vogal palatal. Esse fenómeno, aliás, só ocorre quando uma consoante oclusiva coronal (/t/ ou /d/) é seguida de i. Dia passa a “djia”, tia passa a “tchia”, e por aí fora... uma consoante oclusiva passa a consoante africada, para melhor explicar...
Esta podia ser uma cara(c)terística do Português médio que se foi perdendo no Português europeu, mantendo-se no Português do Brasil. Porém, não havendo instrumentos capazes de gravar o som naquela época, esta explicação mantém-se no campo das hipóteses.
O que é fa(c)to é que este fenó[ô]meno (a palatalização consonântica pela proximidade do i) é muito frequ[ü]ente na variação linguística diacró[ô]nica e sincró[ô]nica.

Susana Correia :: 29/10/2003

[Fonética]
A conservação do ditongo ou
A pronúncia de -em final em Portugal
A pronúncia de completivo
A perda de ditongos nos falares do Alentejo
A definição de ditongo
A origem do som [z] em trânsito
Aspiração do t no português de Portugal
A classificação de palavras compostas quanto ao acento
Newton e Nilton
Variação na pronúncia de dirigir

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos